Escolha uma Página
Post Anterior

Keynesianismo ou Escola Austríaca de economia?

A maioria dos candidatos à presidência hoje seguem a linha econômica do Keynesianismo*, uma teoria econômica que defende a intervenção do Estado no controle da economia nacional para, na teoria, garantir empregos a todos. Há  somente um candidato neste ciclo, com reais chances de ganhar, que diz que vai escolher um ministro da economia da Escola Austríaca de economia, que enfatiza o poder de organização espontânea do mercado com a menor imposição possível de forças coercitivas Governamentais e/ou Corporativistas.

Qual destas duas linhas de pensamento econômico pode ser defendida com princípios bíblicos? Vamos falar sobre isso no estudo de hoje.

[*NOTA: No vídeo, várias vezes, por descuido, eu, Pr. Tim, pronuncio Keynesianismo omitindo o som do ‘y’, mas a pronúncia correta é Kei-nesianismo.]

Acesse os outros episódios desta séria no seguinte link:

Bíblia, Economia e Finanças

Siga-nos no twitter @bibliaabertaibe

Dúvidas? Mande um e-mail para contato@bibliaaberta.com.br.